Veja o gráfico atualizado do Índice de Confiança do Consumidor e o seu histórico:

O Índice de Confiança do Consumidor é uma é uma pesquisa mensal da FGV/IBRE que tem o objetivo de medir o sentimento do consumidor em relação a situação geral da economia e de suas finanças pessoais.

Já se sabe que os consumidores dentem a gastar mais quando se sentem satisfeitos e otimistas em relação ao futuro. O consumidor gasta menos quando se sente insatisfeito ou pessimista. Podemos entender que o crescimento econômico tem como um dos seus fatores a confiança do consumidor.

O Índice de Confiança do Consumidor pode ser utilizado pelos investidores como uma ferramenta para antecipação dos rumos da economia no curto prazo. Para quem investe na bolsa, muitas empresas com ações listadas apresentam melhor desempenho de vendas quando os consumidores estão satisfeitos, otimistas e gastando mais.

A pesquisa obtém avaliações e previsões dos consumidores a respeito da situação econômica local e da própria família no momento da pesquisa e nos seis meses seguintes, além do mercado de trabalho e sobre intenções de compras de bens de alto valor nos seis meses seguintes, além de outras perguntas.

A coleta de dados envolve uma rede de mais de dois mil informantes em sete das principais capitais brasileiras – Belo Horizonte, Brasília, Porto Alegre, Recife, Salvador, Rio de Janeiro e São Paulo. A margem de erro é de 2,2% e a confiabilidade probabilística, 95%.