Variação do preço nos últimos 12 meses:

Rendimento anual de dividendos (dividend yield):

Investimento em setores da economia

Uma das formas mais populares de investimento nos setores da economia dos EUA é através de ETFs setoriais como os oferecidos pela SPDR e outras gestoras. No caso dos ETFs da SPDR, eles separam as ações das 500 principais empresas dos EUA que fazem parte do S&P500 em 11 setores diferentes da economia. Quando você ouve falar que os investidores no exterior estão fazendo uma rotação setorial (vendendo ações de um setor para comprar ações de outras), muitas vezes estão fazendo isso através da venda e compra de ETFs setoriais.

Quando o ETF de um determinado setor está em tendência (de alta ou de baixa) geralmente todas as ações daquele setor estão na mesma tendência em proporções diferentes. Muitas vezes essa rotação setorial ocorrida nos EUA (que é o maior mercado acionário do planeta) influencia na demanda por ações do mesmo setor em todos os países do mundo.

Muitas vezes quando um setor inteiro da bolsa brasileira se movimenta em uma direção esse movimento está ocorrendo nos EUA e em outros países, com grandes investidores movimentando recursos de um setor para o outro de forma global. Consulte o artigo sobre sazonalidade.

XLE: Energy (Setor de Energia)
Este ETF oferece exposição à indústria de energia dos EUA, incluindo muitos dos maiores produtores de petróleo do mundo. Por ser um setor cíclico relacionado a uma commodities pode ser útil para aqueles que procuram uma exposição temporária em um setor que só prospera quando os preços do petróleo mostram força. Exemplos: ExxonMobil Corp., Chevron Corp, Schlumberger and ConocoPhillips (fonte).

XLF: Financial (Setor Financeiro)
ETF com exposição a um índice que inclui ações de empresas dos seguintes setores: seguros, bancos comerciais, mercado de capitais, fundos de investimento imobiliário, financiamento hipotecário; finanças do consumidor e gestão e desenvolvimento imobiliário. Exemplos: Berkshire Hathaway, JPMorgan Chase, Wells Fargo, BankAmerica Corp e Citigroup (fonte).

XLU: Utilities (Utilidade Pública)
ETF composto por ações do setor de serviços públicos dos EUA, conhecido pela volatilidade relativamente baixa e pagamento de bons dividendos. Possui ações de empresas que produzem, geram, transmitem ou distribuem eletricidade e gás natural. Exemplos: NextEra Energy, Duke, Southern e Dominion (fonte).

XLI: Industrial (Setor Industrial)
ETF com exposição ao setor industrial dos EUA que inclui empresas de transporte, provedores de serviços comerciais e profissionais e fabricantes de bens de capital. Possui ações dos setores aeroespacial e defesa, produtos de construção, construção e engenharia, equipamentos elétricos, conglomerados, máquinas, serviços comerciais e suprimentos, frete aéreo e logístico, companhias aéreas, marítima, rodoviária e ferroviária etc (fonte).

XLB: Basic Material (Setor de Materiais Básicos)
ETF composto por indústrias que produzem e vendem minério, metais, produtos químicos, materiais de construção, contêineres, embalagens, produtos de celulose etc (fonte).

XLK: Technology (Setor de Tecnologia)
ETF composto por inúmeras empresas de tecnologia que estão entre as maiores do mundo. Inclui segmentos de mercado como serviços de TI, serviços de telecomunicação sem fio e semicondutores para citar apenas alguns. Possui ações de empresas como: Apple, Microsoft, Visa, Nvidia, Mastercard, Paypal, Adobe, Cisco, Intel etc (fonte)

XLV: Healthcare (Setor de Saúde)
ETF que oferece exposição ao setor de saúde dos EUA. Possui ações de empresas de equipamentos e suprimentos de saúde, prestadores e serviços de saúde, biotecnologia e indústrias farmacêuticas. Exemplos: Johnson & Johnson, Pfizer, UnitedHealth e Abbott Labs (fonte).

XLY: Consumer Discretionary (Consumo discricionário)
O ETF oferece exposição ao setor discricionário do consumidor. Ele investe em ações de setores como varejo, automóveis e componentes, duráveis ao consumidor, vestuário, hotéis, restaurantes etc. Temos ações de empresas muito conhecidas como Amazon, Tesla, McDonald’s, Nike, Starbucks etc. (fonte)

XLP: Consumer Staples (Bens de consumo)
ETF que investe em ações de empresas de varejo de alimentos e medicamentos, bebidas, produtos alimentícios, tabaco, produtos domésticos e produtos pessoais. Exemplos: Proctor & Gamble, Philip Morris International, Coca-Cola e Pepsi (fonte).

XLRE: Real Estate (Setor Imobiliário)
Este ETF investe nos principais REITs (equivalente aos fundos imobiliários que temos no Brasil) e empresas do setor imobiliário listadas nos EUA. Costuma ser um ETF bom pagador de dividendos (fonte).

XLC: Communication (Setor de Comunicações e Internet)
Este ETF investe nas ações de empresas de telecomunicações, mídia, mídias sociais, wireless, entretenimento, aplicativos e sites de internet. Algumas ações conhecidas são: Alphabet (Google), Facebook (Instagram e Whatsapp), Disney, AT&T, Twitter, Netflix etc (fonte).

Aprenda a investir no Exterior

Esta é a sua porta de entrada para o mercado financeiro global. Tudo em um único livro: aprenda a investir em açõesfundos imobiliários (REITs) e ETFs de renda fixa, variável, de moedas e commodities. Aprenda a abrir uma conta no exterior, enviar recursos para investir e recolher impostos sobre os ganhos. Receba dividendos e ganhos em moeda forte (dólares) enquanto mantem parte do seu patrimônio protegido dos problemas políticos e econômicos do Brasil.

Receba um aviso por e-mail sempre que novos artigos forem publicados aqui Clube dos Poupadores. Inscreva seu e-mail aqui.
Clique para conhecer o livro Independência Financeira
Clique para conhecer o livro Como Investir em CDB, LCI e LCA
Clique para conhecer o livro Como Investir na Bolsa por Análise Fundamentalista
Clique para conhecer o livro sobre Carteiras de Investimentos
Clique para conhecer o livro Como Investir em Títulos Públicos
Clique para conhecer o livro sobre Como Investir na Bolsa por Análise Técnica
Clique para conhecer o livro Como Investir em ETF
Clique para conhecer o Livro Como Investir no Exterior

Esse artigo foi útil?