Veja o gráfico atualizado da TR (Taxa Referencial) utilizada como parte da remuneração da poupança e como correção da dívida de alguns tipos de financiamentos imobiliários.


A forma como a Taxa Referencial é calculada foi modificada em 2018. Seu cálculo considera os juros do Tesouro Selic, que são indexados pela taxa Selic. Para calcular a Taxa Referencial, o Banco Central utiliza a seguinte equação:

TR = 100 x {[((1 + TBF) / 100) / R] – 1}

Além disso, você precisa calcular a variável R, que é o redutor, através da fórmula: R = (a + b) x TBF

Onde “a” é uma constante de valor 1,005, “b” é definido pelo TBF e divulgado pelo Banco Central (BC), “TBF” é a tarifa básica financeira divulgada diariamente pelo BC. De acordo com as normas do Banco Central, a Taxa Referencial não pode ter valores negativos. Caso isso aconteça, a TR será zero.

Esse artigo foi útil?