Vou responder rapidamente essas perguntas que recebi de um leitor para descomplicar o entendimento sobre o rendimento dos títulos. As perguntas são:

No Tesouro Selic, o rendimento será sobre o valor investido inicialmente ou sobre o valor do título público atual? No Tesouro IPCA, o rendimento será baseado no valor investido inicialmente ou no valor atual do título? No Tesouro Prefixado, o rendimento será sobre o valor inicial investido ou sobre o valor atual do título? Mesmo chegando até o fim, no vencimento, a base será o valor inicial investido ou o valor atual do título, tendo em vista que há oscilações diariamente?

Considere o valor atual de um título, que sofre oscilações diariamente, como o valor que o Tesouro Direto está oferecendo para que você desista do investimento feito no passado. O preço atual de venda antecipada de um título representa quando você vai receber para desistir.

Dessa forma, o preço atual de um título qualquer não fala nada sobre quanto você vai receber no futuro, pois isso foi definido na compra do título. O preço atual fala sobre quanto você vai receber hoje se vender o título para o Tesouro antecipadamente, ou seja, se desistir.

Se você tivesse comprado um título público no século passado, quando não existia internet e nada era feito por computador, você receberia um pedaço de papel onde estaria escrito assim “O Tesouro Direto pagará ao portador desse título, na data de vencimento, o valor de XXXXXXX corrigido da seguinte forma…”

Se fosse um Tesouro Prefixado estaria escrito que o valor recebido no vencimento será de R$ 1.000,00. Todo Tesouro Prefixado vale R$ 1.000,00 no vencimento. O seu rendimento é uma consequência de quanto você pagará por esse título, ou seja, todo Tesouro Prefixado equivale a um título de R$ 1000,00 vendido com um desconto. Sabendo o desconto e sabendo a data de compra e vencimento do título é possível calcular a rentabilidade anual. Quanto mais barato você pagar, maior a rentabilidade e quanto mais caro pagar menor será a rentabilidade até o vencimento.

Se fosse um Tesouro Selic estaria escrito que o valor recebido no vencimento será o valor pago no dia da compra do título corrigido pela Taxa Selic diária acumulada até a data de vencimento.

Se fosse um Tesouro IPCA estaria escrito que o valor recebido será o valor pago no dia da compra do título corrigido pelo IPCA acumulado até o vencimento. O rendimento que você terá é equivalente ao desconto que você teve ao comprar o título, assim como acontece com o Tesouro Prefixado.

Se fosse no passado, você colocaria esse papel em uma gaveta ou um cofre dentro da sua casa até o dia do vencimento. Nesse dia você faria a troca do título pelo dinheiro prometido. Você provavelmente não ficaria muito preocupado em saber quanto vale o seu título diariamente para venda antecipada, se não fosse seu objetivo se desfazer do título antecipadamente.

Por esse motivo, o preço atual de qualquer título só diz sobre quanto você vai receber se desistir, se vender o título de volta para o Tesouro Direto.

É interessante observar que o Tesouro garante a recompra de títulos de pessoas físicas antecipadamente, mas isso não ocorre quando o título é comprado por instituições financeiras e por isso eles negociam esses títulos entre eles no mercado secundário (como uma bolsa de valores de títulos).

As vezes pode ser vantajoso vender os títulos antes do vencimento. Isso ocorre quando os juros de prefixados e indexados ao IPCA estão em queda já que isso faz o preço pago pelo Tesouro Direto subir, as vezes mais do que você receberia se esperasse até o vencimento.

Por este motivo é de fundamental importância que as pessoas que investem no Tesouro Direto busquem o aprofundamento dos conhecimentos sobre o funcionamento de cada título. Aqui no Clube dos Poupadores você encontra um livro completo sobre investimentos em títulos públicos que acompanha diversos simuladores e calculadoras que ajudam você a entender como os títulos funcionam de forma detalhada.

Receba atualizações semanais sobre novos artigos publicados: Inscreva seu e-mail aqui.

Apoie o Clube dos Poupadores investindo na sua educação financeira. Clique sobre os livros para conhecer e adquirir:

Clique para conhecer o livro Independência Financeira
Clique para conhecer o livro Como Investir em CDB, LCI e LCA
Clique para conhecer o livro Como Investir na Bolsa por Análise Fundamentalista
Clique para conhecer o livro sobre Carteiras de Investimentos
Clique para conhecer o livro Como Investir em Títulos Públicos
Clique para conhecer o livro sobre Como Investir na Bolsa por Análise Técnica
Clique para conhecer o livro Como Investir em ETF
Clique para conhecer o Livro Como Investir no Exterior