Imagine um carro preso entre dois ímãs, um na frente do outro. Um ímã atrai o outro. À primeira vista, parece que o carro deveria se mover, certo? Mas, na verdade, o carro não se move. A força do ímã da frente cancela a força do ímã de trás, e o carro fica parado. O vídeo abaixo não é verdadeiro, provavelmente o carro é movido por pilha ou bateria e usa algum controle remoto.

Essa analogia é muito boa para ilustrar como os políticos enganam as pessoas com promessas de riqueza e crescimento econômico. Você pode usar essa analogia para ensinar pessoas com alguma dificuldade para aprender esses conceitos.

Políticos prometem usar o dinheiro público para criar empregos, estimular a economia e gerar prosperidade. Mas, na verdade, tudo o que fazem é tirar dinheiro de um bolso (a sociedade) e colocá-lo em outro (os seus próprios bolsos ou os bolsos de seus amigos). Jovens como essas aqui, ficam empolgados com esse tipo de político e suas ideologias fantasiosas..

Assim como os ímãs, as políticas econômicas defendidas por certos políticos não criam riqueza real. Elas apenas transferem a riqueza de um lugar para outro. E, no final, quem paga a conta são as pessoas, com mais impostos e menos serviços públicos.

Veja como essa analogia se aplica às políticas econômicas:

  • Gastar dinheiro público não cria riqueza: Assim como mover o ímã da frente não faz o carro andar, gastar dinheiro público não faz a economia crescer. Na verdade, pode até ter o efeito contrário, aumentando a inflação e o déficit público. É o que já vimos acontecendo no Brasil várias vezes.
  • Os políticos criam a ilusão de riqueza: Os políticos usam propaganda e manipulação da mídia para criar a ilusão de que suas políticas estão funcionando. Eles anunciam projetos grandiosos e criam programas sociais que beneficiam a curto prazo, distribuem dinheiro para novos grupos de pessoas, mas que não são sustentáveis a longo prazo.
    As pessoas pagam a conta: No final, quem paga a conta das políticas econômicas dos políticos são as pessoas. São elas que pagam mais impostos, que têm menos acesso a serviços públicos e que sofrem com as consequências da inflação e do déficit público.

Exemplos de políticas econômicas falsas:

  • Aumentar o salário mínimo: Aumentar o salário mínimo pode parecer uma boa ideia para ajudar os trabalhadores, mas na verdade pode levar à perda de empregos e ao aumento da inflação. O salário sempre estará atrás da inflação, como o gato correndo atrás do rato.
  • Dar subsídios a empresas: Dar subsídios a empresas pode parecer uma boa maneira de estimular a economia, mas na verdade pode criar distorções no mercado e beneficiar empresas ineficientes, resultando em crises em setores específicos e uma série de problemas futuros.
  • Aumentar o gasto público: Aumentar o gasto público pode parecer uma boa maneira de parecer que estamos todos ricos, mas na verdade, o que sempre acontece no futuro, é o ao aumento da inflação e do déficit público.

O problema é que as consequências danosas levam algum tempo. As pessoas são facilmente enganadas e os políticos são especialistas na arte de inventar conversas que enganam as pessoas sobre as verdadeiras causas dos seus sofrimentos.

O fato é que muitas políticas econômicas implementadas pelos políticos são como os ímãs da analogia: elas não criam riqueza real, apenas transferem a riqueza de um lugar para outro. As pessoas devem estar cientes dessa ilusão e cobrar as decisões econômicas que realmente promovam o crescimento.

Imprima isso e cole nos postes da cidade:

  • Políticos que prometem soluções fáceis para problemas complexos estão provavelmente tentando te enganar.
  • Não acredite em tudo que você lê ou ouve. Faça sua própria pesquisa e tire suas próprias conclusões, mas primeiro aprenda a fazer as contas direito.
  • Exija dos políticos transparência e responsabilidade e jogue no lixo os discursos demagogos e inúteis que eles fazem o tempo todo.
  • Ao se conscientizar sobre as falhas das políticas econômicas atuais, você pode ajudar a construir um futuro melhor para você e para seus familiares no futuro.

 

Receba um aviso por e-mail quando novos artigos como esse forem publicados. Inscreva-se gratuitamente:

Apoie o Clube dos Poupadores investindo na sua educação financeira. Clique sobre os livros para conhecer e adquirir:

Clique para conhecer o livro Independência Financeira
Clique para conhecer o livro Como Investir em CDB, LCI e LCA
Clique para conhecer o livro Como Investir na Bolsa por Análise Fundamentalista
Clique para conhecer o Livro Como Proteger seu Patrimônio
Clique para conhecer o livro sobre Carteiras de Investimentos
Clique para conhecer o livro Como Investir em Títulos Públicos
Clique para conhecer o livro sobre Como Investir na Bolsa por Análise Técnica
Conheça o Virtudes, Vícios e Independência Financeira
Clique para conhecer o livro Como Investir em ETF
Clique para conhecer o Livro Como Investir no Exterior
Livro Negro dos Im´óveis