Vou responder neste artigo uma dúvida comum entre os iniciantes: “Quanto a bolsa de valores rende ao ano?” Uma leitora me escreveu com essa dúvida. Ele disse saber que se trata de um investimento de renda variável, mas gostaria de ter uma ideia com base no histórico de rentabilidades da bolsa. Queria saber qual foram os rendimentos máximos, mínimos e médios dos últimos anos para saber o que pode esperar de melhor ou de pior.

Ele disse que pretende investir na bolsa através de um fundo de ações ou de um ETF que replicam as mesmas variações do Índice Bovespa.

Peguei a variação média e mediana entre 2020 e 2019 do Índice Bovespa. Então descobri que a variação média nesse período foi de 13,84% ao ano. A mediana foi de 8%. Podemos dizer que a bolsa rende em média 13,84% ao ano e tem uma mediana de 8%. Qual é a diferença entre média e mediana?

As duas tem o objetivo de nos dizer qual seria o valor médio de um conjunto de valores, mas a média tem a desvantagem de ser influenciada por valores individuais que são muito maiores ou menores que os demais valores. No caso das variações do Índice Bovespa, entre 2000 e 2019, tivemos como discrepância o rendimento de 2003 (+97,30%) e o de 2009 (+82,70%) e isso ajudou a inflar a média de 13,84% ao ano.

Quando temos um pequeno número de valores se torna melhor utilizar a mediana para evitar que um valor muito diferente crie uma distorção. A mediana é um valor numérico que separa a metade superior e inferior de um conjunto de números.

Mais quais seriam as médias e medianas em anos que a bolsa registra lucros e em anos que a bolsa registra prejuízo? Para ajudar eu criei essa tabela.


Na planilha acima eu coloquei todos as variações do Índice Bovespa e separei em outras colunas os anos negativos (queda na bolsa) e positivos (alta na bolsa). Podemos ver na planilha que em anos positivos a bolsa geralmente entrega para os investidores uma variação média de 37,77% com mediana de 31,60%. Já quando a bolsa fecha no vermelho o prejuízo que podemos esperar é de pelo menos -15,51% em média e mediana de 13,30%. Só que devemos entender que existiram grandes quedas como a de 2008. A queda gerada pela pandemia em 2020 ainda vai depender da recuperação até o final de 2020.

Então podemos dizer que se o investidor tivesse comprado um ETF ou um fundo que rende próximo do índice Bovespa nos últimos 20 anos ele teria tido uma rentabilidade média de 8% e 13,84% ao ano sendo que nos anos de alta ele poderia esperar uma alta entre 31,60% e 37,77% e nos anos difíceis uma perda entre -13,30% e -15,51%.

Também é interessante observar que é comum o Índice Bovespa iniciar movimentos de alta ou de baixa que duram vários anos. É mais interessante investir no índice quando ele está em uma forte tendência de alta que pode durar vários anos. Quando o índice está em baixa será melhor selecionar ações específicas (através da análise fundamentalista) de empresas que apresentem bons resultados financeiros e por consequência valorização de suas ações.

Recomendo a leitura de dois livros: Como Investir na Bolsa: Análise Fundamentalista e o livro Como Investir na Bolsa: Análise Técnica. Conheça todos os nossos livros sobre investimentos visitando aqui.

Inscreva-se para receber nossos artigos por e-mail gratuitamente.