Aqui você tem um passo a passo de como eu calculo o imposto de renda dos meus investimentos de renda variável (ações, ETFs, BDRs e FII), como gero o DARF para pagamento do imposto (quando ele é devido) e como organizo todas as informações necessárias para o imposto de renda anual. Tudo isso tendo o mínimo trabalho possível.

A dica também vale para quem opera day trade, opções, termo e mercados futuros como mini-índice, mini-dólar, futuros de ações e commodities.

Já perdi muito tempo e já cometi pequenos erros no passado tentando calcular e organizar todas essas informações e impostos sobre os meus investimentos de renda variável manualmente.

Faz algum tempo que utilizo um pequeno software de baixo custo que faz todo o trabalho com alguns poucos cliques.

Veja os passos que eu sigo na última semana de cada mês. Você também pode seguir esses passos para calcular e pagar os impostos de meses anteriores e de anos inteiros.

Baixar as notas de corretagem

Visite o site de cada corretora onde você faz seus investimentos de renda variável e baixe as notas de corretagem. Salve em pastas diferentes no seu computador já que elas devem ser processadas separadamente.

Vou apresentar um exemplo prático. Eu tenho carteiras de investimentos em corretoras diferentes com objetivos diferentes. Para exemplificar temos as telas da corretora Clear. Ela é uma corretora do grupo XP e se destaca por não cobrar taxa de corretagem para o investimento em ações, ETFs, BDRs, fundos imobiliários etc.

Embora seja uma corretora muito conhecida por quem faz day trade (compra e venda de ativos de forma especulativa no mesmo dia), ela é uma boa corretora para comprar ativos por prazos mais longos, ou seja, swing trade (dias ou semanas), position trade (semanas ou meses) e holder (vários anos).

Essa é uma das corretoras que cito nos meus livros sobre renda variável.

Neste momento a Clear está oferecendo um prêmio (em dinheiro) para quem abrir uma conta através de indicações de clientes da corretora. Aqui está um link onde você pode ganhar o prêmio ao abrir sua conta através da minha indicação. Se gostar do serviço é possível indicar para os seus amigos e receber mais prêmios (em ações gratuitas).

Na tela inicial dentro da sua cona na corretora basta clicar em “Extrato e Notas”. Depois basta clicar novamente em “Extrato e Notas” na janela que será aberta.

 

 

Como mostra a figura abaixo existe um pequeno link na lateral da página onde é possível solicitar o envio de todas as notas de corretagem do mês em um único PDF para o seu e-mail.

 

Após clicar no link “Envio de Notas por E-mail” você terá uma tela como a imagem abaixo. Selecione o período das notas que deseja receber por e-mail. Se você não fez esse trabalho no final de todos os meses anteriores, faça o procedimento para cada mês. Ao receber os e-mails salve os arquivos PDF em uma pasta no seu computador. Procure se informar sobre quais são esses passos na corretora onde você tem conta. O software que iremos comentar é compatível com praticamente todas as corretoras do país, mas cada uma tem seu próprio site e uma forma diferente para baixar as notas de corretagem.

Baixar, instalar e usar o software

Agora vamos baixar, instalar e usar o software capaz de ler todas as notas de corretagem, organizar as informações, calcular os impostos devidos e gerar o DARF que é um tipo de boleto usado para pagar impostos federais.

Quando falei sobre esse software pela primeira nos meus livros e aqui no Clube dos Poupadores o autor do software entrou em contato comigo e forneceu um link de desconto para os leitores do Clube dos Poupadores. Esse link funciona normalmente para novos assinantes do software, veja aqui. Com o cupom de desconto a assinatura anual de R$ 99,97 sai por R$ 84.97. Também existe a assinatura mensal de R$ 28,99 por R$ 24,64. A opção mais vantajosa será a assinatura de 2 anos de R$ 155,98 por R$ 132,58. Esse valor equivale a pagar R$ 5,52 por mês em 2 anos. Para cada CPF é necessário comprar uma licença. O cupom só funciona para o seu CPF na primeira licença adquirida. Quando você for renovar a licença por mais tempo não será possível usar o cupom.

Antes de comprar esse tipo de software é importante algumas considerações. Vejo que existem muitos jovens que nunca instalaram um software na vida e que não estão acostumados com o uso de computadores. Já vi pessoas que só sabem utilizar celulares e aplicativos e que sentem dificuldades no uso de computadores e softwares para Windows. Não recomendo a compra de um software como este se você se enquadra nesta situação. Você precisa estar acostumado a usar computadores, teclado e mouse. Se você só está acostumado(a) a usar celulares e aplicativos terá alguma dificuldade. Outro ponto é que por se tratar de um software de baixo custo eles não oferecem suporte pessoal ou atendimento personalizado. Veja que serviços de contabilidade são caros e estamos falando de um software que custa R$ 5,52 por mês na licença de 2 anos com o cupom de desconto.

Primeiro você deve baixar o software aqui, na opção “download” do menu. É possível instalar e experimentar o software antes de comprar a licença. Isso permite saber se tudo vai funcionar no seu computador. Depois basta comprar a licença e para isso você tem o link do cupom de desconto, veja aqui. O pagamento é feito através do Pagseguro por cartão, boleto ou Pix. A licença é um código de ativação que você receberá por e-mail algum tempo depois do pagamento. As orientações de como ativar a licença está no manual.

A grande vantagem de usar um software como este é a de manter os seus dados no seu computador. Existem serviços online parecidos que também calculam os impostos dos investimentos de renda variável, mas neste caso você é obrigado a compartilhar com esses sites as informações dos seus investimentos. Eu também recomendo que você tenha um bom antivírus instalado no seu computador. Um antivírus que recomendo é este aqui.

Agora vamos importar as notas de corretagem onde estão todas ordens de compra e venda de ativos.

 

Ao clicar na opção “Importar Ordens” você terá uma tela como esta:

Você deve clicar no link para importar os PDFs, como mostra a figura acima. Recomendo que você importe os PDFs na ordem correta. Exemplo: se você vai processar as ordens de compra e venda que estão em notas de corretagem de janeiro até dezembro, importe primeiro a nota de janeiro e depois as outras na ordem. Se você tem ordens de dias diferentes, importe as ordens de um determinado mês e depois as ordens do outro mês repetindo o procedimento. Não misture os meses. Também não é bom misturar as corretoras. Se você tem ordens de corretoras diferentes faça o procedimento primeiro para uma corretora e depois para a outra.

Automaticamente o software fará o trabalho de ler todas as notas de corretagem. Ele fará a coleta de todos os preços dos ativos, taxas, impostos e terá todas as informações para fazer todos os cálculos necessários. Isso tudo vai durar alguns poucos segundos, fazendo você economizar muitas horas de trabalho.

Eventualmente o software terá dificuldade para identificar o nome de uma ação ou de algum outro ativo. Infelizmente as corretoras podem usar nomes no lugar de códigos dos ativos. Embora o software se esforce para descobrir qual é o código do ativo, as vezes ele precisa perguntar para você qual é o código. No exemplo abaixo temos PETROBRAS PN. Esse é o nome da ação PETR4.

Todos os cálculos são realizados em segundos. Agora você já pode retornar para a tela inicial e clicar na opção “Imposto de Renda”. Você terá uma tela como a figura abaixo para cada mês do ano.

As áreas pretas são informações pessoais que escondi para tirar essa foto. Nessas áreas existem diversos valores que o software utiliza para calcular o imposto a ser pago através um DARF mensal. Você pode ver um exemplo preenchido retirado do manual do software visitando aqui.

Se você está com pagamentos atrasados ele também permite gerar o DARF com os juros e multa, veja que existe um link para isso na parte inferior da tela. Dependendo das diversas regras que existem é possível que você não deva pagar qualquer imposto naquele mês. Um exemplo de regra seria a isenção quando você vende menos de R$ 20 mil em ativos naquele mês. Só que existem exceções para isso. O software também identifica os ativos isentos de imposto de renda, faz todo o controle do IR que já foi pago na fonte e que deve ser compensado. Ele também considera os resultados negativos que você teve nos meses anteriores para compensar esses prejuízos. Como o software é sempre atualizado automaticamente quando aberto, os cálculos sempre consideram todas as leis e regras que envolvem a tributação de investimentos de renda variável no momento. Isso também vai fazer você economizar tempo.

É muito importante entender que declarar as suas ações no Imposto de Renda Pessoa Física anualmente é diferente de pagar o Imposto de Renda das ações mensalmente (quando ele é devido e você é responsável pelos cálculos). A declaração anual serve apenas para registrar que você cumpriu a obrigação mensal de pagar os DARFs (pagar o imposto sobre os ganhos) e compensar pequenas diferenças no cálculo do tributo.

Receba um aviso por e-mail sempre que novos artigos forem publicados aqui Clube dos Poupadores. Inscreva seu e-mail aqui.
Clique para conhecer o livro Independência Financeira
Clique para conhecer o livro Como Investir em CDB, LCI e LCA
Clique para conhecer o livro Como Investir na Bolsa por Análise Fundamentalista
Clique para conhecer o livro sobre Carteiras de Investimentos
Clique para conhecer o livro Como Investir em Títulos Públicos
Clique para conhecer o livro sobre Como Investir na Bolsa por Análise Técnica
Clique para conhecer o livro Como Investir em ETF
Clique para conhecer o Livro Como Investir no Exterior