Vou mostrar para você como é simples, rápido e fácil calcular sua independência financeira utilizando o Simulador de Independência Financeira no Clube dos Poupadores.

Sempre me perguntam qual é o melhor momento para começar a poupar e investir com o objetivo de conquistar a independência financeira. O melhor momento já passou, foi ontem. Hoje já é tarde, mas antes tarde do que nunca. Quando o assunto é poupar e investir, quanto antes melhor.

Existe um motivo para isso. A sua independência não depende só do ato de poupar dinheiro. Você precisa fazer o seu dinheiro trabalhar por você durante muitos anos.

Isto significa aproveitar o efeito mágico de “bola de neve” dos juros compostos a seu favor.

O efeito dos juros compostos na sua vida financeira pode gerar riqueza (quando você investe dinheiro e ganha juros) ou pobreza (quando você deve dinheiro e paga juros).

Uma das maneiras para atingir a sua independência financeira é aproveitar os juros compostos como fonte de renda. Enquanto o seu trabalho diário é um gerador de renda ativa, os seus investimentos serão geradores de renda passiva.

Você vai se tornar financeiramente independente quando seus investimentos gerarem renda suficiente para pagar as suas despesas. Quanto mais minimalista for o seu estilo de vida, mais fácil será atingir a sua independência.

Quanto patrimônio você precisa acumular nos seus investimentos para que ele consiga gerar renda suficiente para pagar todas as suas contas?

Isso vai depender de duas coisas. Uma você tem controle total, a outra você tem controle parcial.

A primeira coisa é quanto você precisa para viver bem? Isto depende de cada pessoa. Quem vive uma vida mais simples precisa de menos, quem vive uma vida mais sofisticada precisa de mais.

Quanto maior for a renda que você precisa para manter o padrão de vida que você escolheu, mais você terá que poupar e maior deverá ser a rentabilidade dos seus investimentos para conquistar a independência.

Vamos imaginar que você precise de R$ 5.000,00 por mês para pagar suas despesas. Você leu alguns livros de investimentos e conseguiu montar uma carteira de investimentos que gera 0,8% de juros ao mês de rentabilidade real.

Para descobrir quanto você precisa acumular para gerar esta renda de R$ 5.000,00 por mês basta fazer o seguinte cálculo: 5000 / 0,008 ou 5000 dividido por 0,80%. O resultado será R$ 625.000,00. Esta é a quantia que você precisa acumular para gerar R$ 5.000,00 de renda com 0,8% ao mês de rentabilidade.

Você deve se perguntar: Quanto tempo preciso para acumular R$ 625.000,00 ? Isto vai depender de quanto você é capaz de poupar por mês, por quanto tempo e qual a rentabilidade que consegue nos seus investimentos.

São três variáveis que você tem controle total ou parcial. Para encontrar o resultado use o simulador de independência financeira.

No final da página do simulador existe um outro texto com as instruções para o preenchimento de cada campo.

Veja um exemplo de simulação na figura a baixo.

No exemplo acima realizamos um investimento inicial de R$ 1.000,00 e outros investimentos de R$ 1.000,00 por mês durante 20 anos (240 meses). A rentabilidade mensal média foi de 10% ao ano que equivale a 0,80% ao mês. Essas três variáveis (R$ 1000,00 por mês, 240 meses e 0,80% de juros ao mês) nos permite produzir um patrimônio de R$ 724.986,73 no final dos 20 anos.

Perceba que se você investir R$ 1.000,00 por mês durante 20 anos (240 meses) o total investido será de R$ 240.000,00 (240 meses x 1000). Esse dinheiro você provavelmente vai tirar da sua renda mensal, fruto do seu trabalho. Os outros R$ 484.986,73 que faltam para completar os R$ 724.986,73 serão conquistados através dos juros compostos, ou seja, o dinheiro trabalhará para você.

O simulado também nos diz que se no final dos 240 meses você resolvesse parar de investir e começasse a sacar o dinheiro e optasse por fazer isto durante 360 meses (30 anos), você poderia viver com uma renda mensal de R$ 6.149,05. Observe que R$ 1.000,00 poupados por 240 meses se transformaram em R$ 6.149,05 de renda passiva mensal por 360 meses.

Para se proteger do efeito inflacionário você pode criar algumas regras como aumentar o valor investido todos os meses pela inflação do mês. Se você pode poupar R$ 100,00 por mês e no mês passado a inflação foi de 0,50% basta investir no mês seguinte R$ 100,50 já que 0,5% de 100 é  R$0,50 (100 x 0,005). Este aumento também pode ser anual com base na inflação acumulada no ano. No caso da rentabilidade real você pode aprender a diversificar seus investimentos para obter rentabilidade acima da inflação. Recomendo a leitura do livro sobre como montar carteiras de investimentos.

Se você está começando e ainda não entende todos os segredos que permitem atingir a independência financeira leia o livro Independência Financeira e receba diversos simuladores e planilhas que vão ajudar você a atingir esse grande objetivo.

Independência Financeira

Aqui começa a sua jornada. No final, o trabalho será por paixão e não por obrigação. Crie o seu plano de construção de patrimônio colecionando investimentos que geram a renda que pagará pelo seu estilo de vida. Tenha de volta o seu tempo livre para aproveitar como quiser. Conquiste uma vida mais leve e menos corrida. Todas as ferramentas para você planejar e iniciar a sua jornada até a sua independência financeira. Comece por esse livro.

Receba atualizações semanais sobre novos artigos publicados: Inscreva seu e-mail aqui.

Apoie o Clube dos Poupadores investindo na sua educação financeira. Clique sobre os livros para conhecer e adquirir:

Clique para conhecer o livro Independência Financeira
Clique para conhecer o livro Como Investir em CDB, LCI e LCA
Clique para conhecer o livro Como Investir na Bolsa por Análise Fundamentalista
Clique para conhecer o livro sobre Carteiras de Investimentos
Clique para conhecer o livro Como Investir em Títulos Públicos
Clique para conhecer o livro sobre Como Investir na Bolsa por Análise Técnica
Clique para conhecer o livro Como Investir em ETF
Clique para conhecer o Livro Como Investir no Exterior