Durante essa semana, um estranho vídeo circulou nas redes sociais. Luiza Trajano, fundadora do Magazine Luiza, pede um grande favor para você. Clique sobre o vídeo acima antes de continuar a leitura.

Ela precisa que você compareça em uma de suas lojas para comprar qualquer coisa. Pode ser um computador novo para o seu filho ou uma TV maior para que você possa assistir a Copa do Mundo. Não importa, você precisa ir até a loja, nem que seja para comprar uma panela. O importante é que você pague através de um “carnê gostoso”, com juros em muitas prestações. Por fim, ela termina com uma frase motivacional: “Nós acreditamos em você!!!”

Se você é leitor do Clube dos Poupadores, provavelmente considera o carnerzinho gostoso como algo amargo e indigesto. Uma coisa que merece ser esquecida, pois fazia você comprar algo que não precisava, gastando um dinheiro que não tinha, com juros e correção. Mas é possível que você tenha amigos e parentes que ainda não entendem o gosto amargo das dívidas, principalmente em tempos de crise.

Vamos refletir sobre algumas questões importantes neste momento envolvendo a sua segurança financeira.

O pior momento para fazer empréstimos, financiamentos e compras de supérfluos, parcelados no cartão ou utilizando carnê é no momento de crise econômica.

Os Bancos Centrais de todo o mundo estão produzindo um ciclo de alta dos juros com o objetivo de produzir uma recessão global. A desculpa é a de frear a inflação que está atingindo todos os países neste momento.

De forma bem simples, juro elevado desestimula o consumo. Quem tem dinheiro se sente motivado a poupar para aproveitar os juros altos. Quem não tem dinheiro evita fazer novas dívidas para evitar o pagamento de juros altos.

As empresas também adiam seus investimentos e muitas vezes preferem fechar lojas, fábricas e descontinuar produtos que são pouco lucrativos.

Se você depende de uma carteira de trabalho assinada para sobreviver, não é uma boa ideia trocar de computador e de televisão para assistir a Copa do Mundo através de um carnê gostoso justamente no início de uma recessão. Se a empresa onde você trabalha resolver cortar custos, fechar lojas e descontinuar determinadas atividades o seu emprego está em risco.

Empresas que dependem de crédito e juros baixos para vender mais, enfrentam dificuldades durante as crises geradas por ciclos de juros altos.

As pessoas tendem a postergar a troca de bens não essenciais por serem inteligentes ou por sentirem dificuldade de obter crédito durante as crises.

Geralmente as empresas, bancos e financeiras que oferecem crédito fácil em momentos de crise (quando deveriam ser mais seletivas) acabam enfrentando sérios riscos de inadimplência, principalmente quando o crédito não é garantido por bens como imóveis, veículos ou o salário (consignados).

É muito provável que outras empresas apareçam oferecendo para você uma grande oportunidade de fazer uma dívida agora, mas o que você deveria fazer em uma crise é justamente o contrário. Você deve reforçar a sua reserva para emergências.

Eu compartilhei o gráfico acima no Instagram do Clube dos Poupadores recentemente. Ele mostra a inflação nos últimos 12 meses em diversos países europeus. Para muitas pessoas que vivem nesses países esta situação é inédita. Eles estavam acostumados com inflação entre 1% e 2% ao ano. Os negócios, a vida financeira das pessoas e todo planejamento, hábitos e crenças relacionadas ao dinheiro estavam adaptados para uma realidade de inflação baixa. A alta de juros em países que praticavam juros próximos de zero pode ser um desastre para empresas e pessoas que possuem dívidas.

Clique no botão de play na montanha abaixo e siga a recomendação. Se realmente temos uma recessão global em andamento, esqueça aquele carnezinho gostoso. Guarde o seu dinheiro e não faça dívidas agora. Inscreva-se no Instagram do Clube dos Poupadores.

Receba atualizações semanais sobre novos artigos publicados: Inscreva seu e-mail aqui.

Apoie o Clube dos Poupadores investindo na sua educação financeira. Clique sobre os livros para conhecer e adquirir:

Clique para conhecer o livro Independência Financeira
Clique para conhecer o livro Como Investir em CDB, LCI e LCA
Clique para conhecer o livro Como Investir na Bolsa por Análise Fundamentalista
Clique para conhecer o livro sobre Carteiras de Investimentos
Clique para conhecer o livro Como Investir em Títulos Públicos
Clique para conhecer o livro sobre Como Investir na Bolsa por Análise Técnica
Clique para conhecer o livro Como Investir em ETF
Clique para conhecer o Livro Como Investir no Exterior