Existem muitos ensinamentos sobre educação financeira no famoso desenho animado “Os Três Porquinhos” que podem ajudar na educação financeira das crianças e até dos adultos. Clique na imagem para assistir ao vídeo antes de ler o artigo.

A fábula “Os Três Porquinhos” ensina sobre três porcos com personalidades diferentes que resolvem construir três casas de materiais diferentes (palha, madeira e tijolos).

Os dois primeiros porcos gostam muito de brincar, cantar e dançar. Para não perderem tempo eles resolvem construir casas de palha e madeira. Elas são frágeis, mas podem ser construídas rapidamente e sem muito esforço.

Enquanto brincam e cantam os dois porquinhos zombam do terceiro porco que está muito ocupado trabalhando duro para construir uma casa segura e sólida para enfrentar qualquer perigo ou imprevisto.

Temos aqui dois porquinhos que não abrem mão do prazer imediato e não se preocupam com as dificuldades que isso possa gerar no futuro. Do outro lado temos um porquinho que entende a importância do sacrifício no presente para desfrutar de conforto e segurança no futuro.

Até que os problemas aparecem. Um lobo mau chega na região. Ele tenta enganar os dois porquinhos fingindo ser um bom lobo. Então ele derruba as casas frágeis de palha e madeira dos dois primeiros porcos.

É neste momento que o terceiro porco, que trabalhou duro para construir a sua casa segura, está lá dentro protegido cantando e dança sem medo do perigo que acabou de bater na sua porta. O lobo tenta derrubar a casa mas é incapaz de destruir a casa sólida de tijolos.

Este desenho ensina que existe tempo de plantar e existe tempo de colher, tempo de construir e de desfrutar aquilo que construímos.

Existe o momento da brincadeira, mas antes existe o dever. Os problemas sempre vão aparecer e você deve estar preparado(a) para que eles possam ser encarados com tranquilidade no futuro.

Versões impressas dessa história educativa datam de 1840, mas acredita-se que a história seja muito mais antiga.

As frases usadas na história, e as várias lições extraídas dela, foram incorporadas na cultura ocidental.

O lobo simboliza qualquer problema que possa nos pegar de surpresa enquanto brincamos e ignoramos a necessidade de construir uma estrutura sólida para a nossa vida baseada nos frutos do nosso trabalho.

As pessoas fazem escolhas e colhem as consequências das escolhas que fazem. A casa de tijolos simboliza o esforço e o trabalho para conquistar essa solidez que dificilmente será abalada por crises econômicas e outros eventos que possam prejudicar aquilo que nos é básico.

Se você escolhe conduzir a sua vida como os dois primeiros porquinhos, evite zombar das pessoas que estudam mais do que você, trabalham mais, poupam dinheiro e investem melhor. Se as dificuldades te atingirem, talvez essas pessoas que foram alvo de zombaria não queiram te ajudar como o porquinho da casa de tijolos e elas estarão certas já que você zombou quando poderia ter ajudado.

De forma científica, a história nos fala sobre a questão do “princípio de prazer versus princípio de realidade”. O uso da palha, madeira e tijolos tem relação com o progresso da humanidade na história. A nossa personalidade também vivencia esse progresso. Na infância o princípio de prazer está  no controle da nossa vida. O primeiro porquinho se comporta como qualquer criança ou como um jovem/adulto que não amadureceu (continua se comportando como se fosse criança). O segundo constrói uma casa mais elaborada. Ele vivencia uma fase intermediária neste progresso, mas ainda não consegue controlar completamente o princípio do prazer. Somente o terceiro porquinho, já suficientemente maduro e regido pelo princípio de realidade, sabe adiar o momento de satisfação. Ele investe um tempo maior para a construção de uma casa mais resistente e que lhe salvará a vida. Quando a casa está pronta este terceiro porquinho vive cantando e dançando como os outros, mas no momento correto.

Receba atualizações semanais sobre novos artigos publicados: Inscreva seu e-mail aqui.

Apoie o Clube dos Poupadores investindo na sua educação financeira. Clique sobre os livros para conhecer e adquirir:

Clique para conhecer o livro Independência Financeira
Clique para conhecer o livro Como Investir em CDB, LCI e LCA
Clique para conhecer o livro Como Investir na Bolsa por Análise Fundamentalista
Clique para conhecer o livro sobre Carteiras de Investimentos
Clique para conhecer o livro Como Investir em Títulos Públicos
Clique para conhecer o livro sobre Como Investir na Bolsa por Análise Técnica
Clique para conhecer o livro Como Investir em ETF
Clique para conhecer o Livro Como Investir no Exterior