Esse gráfico nos fala sobre quanto você precisa ter de patrimônio líquido para fazer parte do pequeno grupo do 1% mais rico do Brasil, permitindo comparar com outros países.

Você precisa ter US$ 433 mil de patrimônio líquido para estar no grupo do 1% mais rico do Brasil. Se US$ 1 custasse R$ 5 isso seria R$ 2.165.000,00.

Patrimônio líquido é o que sobra quando você deduz suas dívidas de todo dinheiro e coisas de valor que você possui.

A quantia de R$ 2.165.000,00 equivale a pouco mais de 1640 salários-mínimos de R$ 1.320,00.

O gráfico mostra que é mais fácil ser rico no Quênia e mais difícil ser rico em Mônaco.

Para ser considerado rico no Quênia (US$ 20.000,00), você precisa ter aproximadamente 4.76% do que seria necessário para ser considerado rico no Brasil já que (20000 / 433000) * 100 = aproximadamente 4.76%.

Para ser considerado rico em Mônaco (US$ 12.400.000,00), você precisa ter aproximadamente 28,6 vezes o valor necessário para ser considerado rico no Brasil, ou seja, para ser considerado rico no Brasil, você precisa ter aproximadamente 3.5% do valor necessário para ser considerado rico em Mônaco.

Provavelmente as pessoas mais pobres nos países mais ricos possuem a riqueza dos mais ricos em países pobres.

Como é possível aumentar o número de ricos em um país? Será que a solução seria simplesmente tomar dinheiro dos ricos e distribuir esses valores para os pobres?

É exatamente essa a “narrativa” que os políticos mais mentirosos, hipócritas e maquiavélicos querem que você acredite. Infelizmente é isso que a população que sofre de ignorância financeira acredita, permitindo que políticos que pensam dessa forma sejam eleitos no mundo todo.

Um país rico é composto por famílias e pessoas que ao longo do tempo enriquecem através do trabalho e do investimento aliado ao bom hábito de poupar e acumular bens e outros ativos de valor.

Para que seja possível, trabalhar, empreender, investir e poupar são necessárias características pessoais e algumas características na economia do país que criem um ambiente favorável para isso.

Aqui estão algumas características pessoais que deve se propagar pela população, principalmente os mais pobres:

  1. Disciplina financeira: pessoas capazes de se planejar e que entendem como o dinheiro funciona tendem a acumular riqueza mais facilmente. Elas são capazes de viver abaixo de seus meios (gastar menos do que ganham), economizar uma parte significativa de seus ganhos e investir de maneira inteligente.
  2. Educação e conhecimento: a educação é fundamental no enriquecimento pessoal. Não estou falando daquela educação que transmitem para as crianças nas escolas públicas e privadas e que logo serão esquecidas devido a sua inutilidade. A única coisa que as escolas fazem atualmente é sobrecarregar as crianças de informações sem utilidade prática até que elas percam o interesse pelo estudo. Pessoas que sentem gosto pela educação e conhecimento tendem a ter maiores rendimentos ao longo da vida. Além disso, o conhecimento sobre investimentos, empreendedorismo e economia também pode contribuir para a geração de riqueza. Os conhecimentos de livros como o que escrevi sobre Independência Financeira, deveriam ser transmitidos para os jovens nas escolas e faculdades.
  3. Trabalho duro e persistência: O sucesso financeiro raramente acontece da noite para o dia. Normalmente, as pessoas que alcançam a riqueza são persistentes, trabalham duro e estão dispostas a superar obstáculos e contratempos. Verifique os valores e a cultura que transmitem para a população mais pobre dos países e você verá que não existe nada relacionado a valorização do trabalho, duro, persistência e mérito. O que mais temos hoje é a valorização do vitimismo.
  4. Risco: as pessoas que se tornam financeiramente bem-sucedidas não têm medo de assumir riscos e compromissos. Elas não valorizam tanto a segurança e estabilidade e por isso tendem a empreender e a investir. Geralmente são pessoas que conseguem assumir riscos calculados e baseados em uma avaliação cuidadosa das recompensas potenciais e dos perigos possíveis. Sobre os investimentos, praticamente todo o meu livro sobre carteira de investimentos é baseado nesse trabalho de calcular os riscos e as recompensas.
  5. Desenvolvimento pessoal: a capacidade de se comunicar bem, negociar, vender e liderar são habilidades importantes que podem ajudar as pessoas a avançar em suas carreiras e aumentar sua renda. Todos cursos profissionalizantes e superiores deveriam ensinar essas habilidades para os jovens.

Se não for você o responsável pelo seu desenvolvimento pessoal, não será possível prosperar. Não espere que ninguém faça isso por você. É evidente que ninguém está interessado realmente no enriquecimento das pessoas nos países pobres, pois muitas vezes esses países estão presos a ideologias políticas que demonizam os ricos e exploram a ignorância dos mais pobres.

Quanto às características econômicas de um país que facilitam o enriquecimento da população, posso listar:

  1. Abertura de mercados: países que promovem o livre comércio e a livre concorrência tendem a ver uma maior geração de riqueza entre sua população, uma vez que os empresários têm mais oportunidades de sucesso.
  2. Estabilidade econômica: a estabilidade econômica com inflação controlada, é um fator chave para o enriquecimento da população. Isso proporciona um ambiente no qual os indivíduos e as empresas podem planejar o futuro com confiança.
  3. Sistema jurídico forte e proteção de propriedade: um sistema jurídico forte que protege os direitos de propriedade, incentiva o investimento e a acumulação de riqueza. Existem países onde os mais altos níveis do sistema jurídico são corrompidos. Pessoas desqualificadas assumem cargos importantes por serem amigos dos políticos. Existem países onde os direitos de propriedade são relativizados e atacados. Existem países onde o enriquecimento lícito é quase criminalizado, enquanto os que enriquecem ilicitamente são protegidos pela justiça, como os casos de políticos corruptos, empresários e servidores públicos que se envolvem com a corrupção e que não são punidos.
  4. Baixa carga tributária: impostos excessivos podem desencorajar o empreendedorismo, investimento e a acumulação de riqueza. Um sistema fiscal mais leve pode estimular o investimento e a criação de riqueza.
  5. Investimento em educação e infraestrutura: governos que não sejam controlados por ideologias e políticos corruptos, que investem na educação de sua população e na infraestrutura do país (estradas, internet, etc.) geralmente facilitam o enriquecimento de seus cidadãos, pois esses investimentos criam um ambiente que favorece o crescimento econômico e a inovação. Nos países onde a corrupção é favorecida, o investimento público é apenas uma desculpa para aumentar os níveis de desvio de dinheiro, desperdício e enriquecimento ilícito dos amigos dos políticos.

Se por um lado podemos trabalhar para melhorar nossos conhecimentos e habilidades para enriquecer, por outro não podemos fazer nada contra políticas econômicas e governos que trabalham ativamente para propagar a pobreza e controlar a população fragilizada e financeiramente ignorante.

Receba um aviso por e-mail quando novos artigos como esse forem publicados. Inscreva-se gratuitamente:

Apoie o Clube dos Poupadores investindo na sua educação financeira. Clique sobre os livros para conhecer e adquirir:

Clique para conhecer o livro Independência Financeira
Clique para conhecer o livro Como Investir em CDB, LCI e LCA
Clique para conhecer o livro Como Investir na Bolsa por Análise Fundamentalista
Clique para conhecer o Livro Como Proteger seu Patrimônio
Clique para conhecer o livro sobre Carteiras de Investimentos
Clique para conhecer o livro Como Investir em Títulos Públicos
Clique para conhecer o livro sobre Como Investir na Bolsa por Análise Técnica
Conheça o Virtudes, Vícios e Independência Financeira
Clique para conhecer o livro Como Investir em ETF
Clique para conhecer o Livro Como Investir no Exterior
Livro Negro dos Im´óveis