A Tabela Price também é chamada de Sistema de Amortização Francês (SAF) e tem como principal característica o valor das prestações que são sempre iguais. A dívida é totalmente quitada através de “n” prestações iguais. O sistema foi criado pelo inglês Richard Price e no século XIX este tipo de amortização foi muito utilizado na França.

O nome “tabela” ocorre porque se utilizava uma tabela com fatores que eram usados para se descobrir o valor das prestações de um empréstimo através de cálculos simples. Esta tabela facilitava a vida das pessoas porque bastava multiplicar o valor presente da dívida pelo número correspondente na tabela para encontrar o valor das prestações. Hoje em dia ninguém mais utiliza a tabela price tradicional já que podemos utilizar planilhas com o Excel. Baixe o simulador de tabela price para Excel.

Financiamento de Carro

Para exemplificar o uso do Sistema de Amortização Francês iremos utilizar o financiamento de um veículo. Vamos supor que você está comprando um carro que custa R$ 30.000,00 financiado em 60 meses com taxa de juros de 1% ao mês.

Calculando a Prestação na HP12C

PV = R$ 30.000,00
i = 1%
n = 60
PMT = ?

Calculando no Excel:

=PGTO(1%;60;-30000)

O resultado seria uma prestação de R$ 667,33 por mês.  Veja o valor dos juros e das amortizações de cada mês através da planilha:

Baixar Planilha Tabela Price

Observe que o valor dos juros cai mensalmente. Isto ocorre porque o saldo devedor diminui (amortização) cada vez que uma prestação é paga. Os juros são cobrados sempre sobre o saldo devedor (valor da dívida que ainda deve ser paga).  Você também vai verificar na planilha que as amortizações crescem com o tempo. Em cada prestação você estará devolvendo para o banco um valor cada vez maior do principal da dívida.  Veja na planilha que o valor da prestação será sempre os juros somados ao valor da amortização.

Correção da dívida (saldo devedor).

A maioria dos financiamentos e empréstimos, principalmente os mais longos, precisam de uma correção do saldo devedor de tempos em tempos. Vivemos em um país com inflação elevada e sem esta correção o dinheiro devido perderia seu poder de compra. Por isto, nem sempre as parcelas de um financiamento que utiliza tabela price serão fixas.

É comum os bancos reajustarem o valor da dívida anualmente e isto produz aumento no valor das prestações. Existem diversos índices que o banco pode estabelecer no contrato para este reajuste (TR, IGP-M, IPCA, etc). O problema é que nem sempre o seu salário ou a sua renda será reajustada através do mesmo índice ou na mesma proporção. E se o valor das prestações aumentarem mais do que o seu salário, no decorrer dos anos você terá dificuldade para manter os pagamentos em dia. Com o passar dos anos sua renda familiar ficará cada vez mais comprometida com o pagamento da dívida. É por isto que as pessoas preferem utilizar o Sistema de Amortização Constante (SAC) para financiamentos de longo prazo como os dos imóveis. A Tabela Price é mais utilizada em financiamento de veículos com prazo de pagamento de no máximo 60 meses.

Pagar mais juros no começo

O problema da tabela price para financiamentos de longo prazo está na composição das primeiras prestações. Como já sabemos uma prestação de financiamento é composta de dois valores: uma parte dela é juros e outra é amortização que é o valor que efetivamente diminui sua dívida. Na tabela price as primeiras parcelas são compostas principalmente por juros. A amortização é muito pequena.

Exemplo:

Vamos supor que você financie um terreno que custa R$ 100.000,00 para pagar em 60 parcelas. A taxa de juros cobrada pelo banco é 1% ao mês. A tabela abaixo mostra como seria composta sua primeira prestação. Na tabela SAC sua primeira prestação seria de R$ 2.666,67 e na tabela Price seria R$ 2.224,42. Como pode ver abaixo nas duas tabelas você pagaria R$ 1000,00 de juros na primeira prestação (100.000 x 1%). Mas a parte da prestação referente a amortização seria maior na SAC. Você amortizaria (diminuiria a dívida) em R$ 1.666,67 e na tabela Price a dívida seria amortizada em R$ 1.224,46. É por isto que no final do pagamento da primeira parcela sua dívida seria menor se estivesse usando a SAC e maior se estivesse usando a Price.

Composição a primeira parcela:

SAC PRICE
Juros R$ 1.000,00 R$ 1.000,00
Amortização R$ 1.666,67 R$ 1.224,46
Prestação R$ 2.666,67 R$ 2.224,42
Dívida R$ 98.333,33 R$ 98.775,54
Diferença R$ 1.666,67 R$ 1.224,66

 

Quando a dívida é corrigida anualmente pelo banco o saldo devedor aumenta. Desta forma o aumento será mais sentido nas prestações de quem utiliza a tabela Price já que ela amortiza a dívida de forma mais lenta. No final do primeiro ano de financiamento a dívida do terreno na tabela SAC seria de exatos R$ 80.000,00 e na tabela price R$ 84.470,82. O reajuste representaria um aumento maior nas prestações da tabela Price.

Neste gráfico podemos observar claramente que a dívida diminui mais rapidamente usando a amortização SAC e mais lentamente nas primeiras prestações quando usamos a tabela Price.

Se você quiser aprender mais sobre investimentos e educação financeira acompanhe os artigos que escrevo semanalmente aqui no Clube dos Poupadores. Eu aviso todos os leitores inscritos quando existem novidades. Para se tornar um leitor inscrito gratuitamente basta preencher o formulário e depois confirmar sua inscrição através do e-mail que enviarei para você.

Informe o seu e-mail:

Aprenda a investir:

Livros que escrevi para ajudar você a melhorar os seus resultados financeiros:

Clique para conhecer o livro Independência Financeira
Clique para conhecer o livro Como Investir em CDB, LCI e LCA
Clique para conhecer o livro Como Investir em Títulos Públicos
Clique para conhecer o livro Como Investir na Bolsa por Análise Fundamentalista
Clique para conhecer o livro sobre Como Investir na Bolsa por Análise Técnica
Clique para conhecer o livro Como Investir em ETF
Clique para conhecer o Livro Como Investir no Exterior