Vou mostrar neste artigo a forma mais fácil e rápida que conheço para a abertura de uma conta no exterior onde você poderá fazer investimentos e utilizar serviços bancários.

A compra de dólares e o seu envio para o exterior também é muito simples por ser um processo integrado oferecido pela mesma instituição que vou apresentar neste exemplo.

A empresa que utilizo e cito no meu livro sobre Como Investir no Exterior se chama Avenue.us.

A corretora foi fundada por brasileiros e todo o serviço oferecido é voltado para brasileiros que vivem no Brasil e querem investir no exterior.

Isso cria um diferencial com relação aos serviços de outras corretoras americanas já que eles fornecem as informações sobre as suas operações de câmbio e os resultados dos seus investimentos considerando que você terá que apresentar esses dados na sua declaração anual de imposto de renda na Receita Federal brasileira.

Eles mesmos geram o DARF que devemos pagar no Brasil para recolher o imposto de renda sobre ganhos de capital. Quando investimos no exterior ainda temos uma isenção maior do que a praticada no Brasil. Você só pagará imposto sobre ganho de capital ao vender ações, ETFs e REITs se suas vendas no mês superarem R$ 35.000,00. No Brasil temos algo parecido mas só funciona para ações e o limite é de R$ 20.000,00.  Se você nunca passar desse limite mensal nunca pagará imposto sobre ganhos no exterior.

A abertura de conta é bem simples. Você só precisa preencher um formulário com informações básicas que estão na sua identidade e comprovante de residência.

A transferência de recursos para o exterior também é muito simples.

Eles fornecem os dados de uma conta bancária no Brasil para onde você deve fazer TED ou PIX com o valor em reais que deseja utilizar para comprar os dólares que serão enviados para a sua conta no exterior.

Eles identificam a transferência automaticamente, mas para isso é necessário que você transfira a partir de uma conta bancária vinculada ao seu CPF.

Poucos minutos depois o reais que você transferiu aparecem na sua conta em uma área no site ou no aplicativo da corretora onde é possível fazer o câmbio, ou seja, comprar os dólares.

Você escolhe o melhor momento para comprar e com apenas um clique a operação é realizada ou agendada para o dia seguinte. Geralmente se você agendar para o dia seguinte a cotação do dólar será mais vantajosa.

Não existe cobrança de taxa para essa operação de câmbio mas existe uma pequena diferença entre a cotação oficial do dólar e a cotação do dólar praticada por eles. Observo que geralmente a diferença é de R$ 0,10. Exemplo: se o dólar está R$ x,20 provavelmente a cotação praticada por eles será de algo próximo de R$ x,30. Isso significa que para cada US$ 1 comprado você terá um custo de R$ 0,10.

O governo brasileiro cobra imposto quando você compra dólares e a alíquota depende da finalidade. Ao comprar dólares para investir no exterior você será taxado 0,38% de IOF. Exemplo: para cada R$ 1000,00 você terá um custo de R$ 3,8 com o imposto IOF (imposto sobre operações financeiras) que será automaticamente descontado de você pela corretora.

Se o seu objetivo for transferir esses dólares para a sua conta bancária oferecida pela corretora para usar os dólares no seu cartão de débito internacional o IOF será de 1,1%.

Para quem quiser (é opcional) eles também oferecem uma conta bancária em dólares vinculada a um cartão de débito Mastercard. Esse cartão pode ser usado para realizar compras nos EUA ou em qualquer outro país em dólares. O cartão pode ser físico e/ou virtual (gerado através do aplicativo). O cartão físico tem um pequeno custo para ser produzido e enviado para o Brasil e com ele será possível sacar dinheiro nas máquinas ATM em qualquer país do mundo, inclusive no Brasil. Para esses saques em dinheiro existem tarifas. Não existe cobrança de anuidade. É um serviço interessante para quem costuma viajar para o exterior.

Não existe custo com mensalidades para a manutenção da conta de investimento e conta bancária.

Com relação ao custo de corretagem. Existe um plano onde a taxa de corretagem é gratuita. Neste plano você pode realizar até 10 operações de compra ou venda de ações, ETFs, REITs ou ADRs por mês. Isso é suficiente se o seu objetivo é comprar ações e outros ativos com foco no longo prazo. Para quem pretende cobrar e vender com mais frequência basta escolher o plano onde existe a cobrança de uma taxa que pode variar entre US$ 1 e US$ 8,40 por ordem de compra ou venda (fonte).

Após transferir os reais para a sua conta e realizar o câmbio, basta comprar suas ações, ETFs, REITs (equivalente aos fundos imobiliários) e ADRs (equivalente aos BDRs) através do site ou do aplicativo para o celular.

Veja como é o formulário para enviar a ordem de compra:

Como podemos ver no exemplo acima temos a ação de uma empresa muito conhecida no Brasil e no mundo que é a Johnson & Johnson (código JNJ). Para comprar ações basta preencher esse pequeno formulário indicando a quantidade de ações que deseja comprar para depois clicar no botão “Comprar”. A compra é imediata no tipo de ordem a mercado.

Neste pequeno tutorial em vídeo é possível ver os passos que descrevi até aqui. Basta clicar para assistir ao vídeo.

Como vimos essa parte operacional é bem simples. O grande trabalho do investidor está na seleção das melhores ações, ETFs e REITs para investir.

Eu escrevi um livro completo ensinando a investir no exterior em ações, ETFs e REITs (conheça o livro aqui). Essa corretora foi citada no livro e serviu para elaborar alguns exemplos didáticos no decorrer dos capítulos.

Eu também ensino sobre uma série de outras ferramentas que utilizo. Veja o que você pode aprender:

  1. Conheça o maior mercado financeiro do mundo e aprenda a investir em Ações, REITs e ETFs através de um único livro;
  2. Aprenda a escolher e a investir em ações de crescimento, ações de valor e ações de renda que pagam dividendos em dólares regularmente;
  3. Saiba como escolher as ações utilizando as melhores ferramentas gratuitas de análise de fundamentos;
  4. Descubra como investir em ações e ADRs de empresas europeias, asiáticas e de outras regiões do globo listadas nas bolsas americanas;
  5. Aprenda a investir em REITs, que são os maiores e mais diversificados fundos imobiliários que existem.
  6. Saiba como investir em moedas de vários países desenvolvidos, commodities agrícolas, metais preciosos e outros ativos via ETFs;
  7. Descubra como investir em renda fixa e títulos públicos de países desenvolvidos e emergentes por ETFs;
  8. Aprenda a investir nos maiores ETFs compostos por ações dos mais diversos segmentos da economia americana e do mundo (alguns que não existem no Brasil);
  9. Monte a sua carteira de investimentos internacionais;
  10. Aprenda a utilizar backtests para simular a sua carteira de investimentos, comparar o desempenho e a relação de risco/retorno;
  11. Aprenda a recolher e a declarar seus impostos no Brasil sobre os seus ganhos em investimentos no exterior.

Aprenda a investir no Exterior

Esta é a sua porta de entrada para o mercado financeiro global. Tudo em um único livro: aprenda a investir em açõesfundos imobiliários (REITs) e ETFs de renda fixa, variável, de moedas e commodities. Aprenda a abrir uma conta no exterior, enviar recursos para investir e recolher impostos sobre os ganhos. Receba dividendos e ganhos em moeda forte (dólares) enquanto mantem parte do seu patrimônio protegido dos problemas políticos e econômicos do Brasil.

Receba atualizações semanais sobre novos artigos publicados: Inscreva seu e-mail aqui.

Apoie o Clube dos Poupadores investindo na sua educação financeira. Clique sobre os livros para conhecer e adquirir:

Clique para conhecer o livro Independência Financeira
Clique para conhecer o livro Como Investir em CDB, LCI e LCA
Clique para conhecer o livro Como Investir na Bolsa por Análise Fundamentalista
Clique para conhecer o livro sobre Carteiras de Investimentos
Clique para conhecer o livro Como Investir em Títulos Públicos
Clique para conhecer o livro sobre Como Investir na Bolsa por Análise Técnica
Clique para conhecer o livro Como Investir em ETF
Clique para conhecer o Livro Como Investir no Exterior