O gráfico mostra quais foram as piores e as melhores classes de ativo para investir no mundo, em cada ano, nos últimos 65 anos. Clique no gráfico para ampliar ou visite o link direto para a imagem maior clicando aqui. Os melhores resultados do ano estão na parte superior e os piores na parte inferior.

As legendas do gráfico:

  • Gold = ouro
  • LT = títulos públicos prefixados com vencimento longo (títulos americanos);
  • IGB = títulos de renda fixa emitidos por bancos e empresas com grau de investimento (baixo risco de inadimplência);
  • HY = títulos de maior risco (emitidos por instituições com maior risco de inadimplência);
  • EMD = títulos de renda fixa de países emergentes;
  • HFs = fundos multimercado;
  • com = commodities;
  • LG = ações de empresas de crescimento (exemplo: tecnologia) que estejam entre as maiores em valor de mercado;
  • LV = ações de empresas de valor que estejam entre as maiores em valor de mercado;
  • SPX = equivale ao investimento em um ETF que segue o índice S&P500;
  • JNP = investimento em ações de empresas japonesas (índice MSCI Japan);
  • EAF = equivale a investir em um ETF que segue índices como o MSCI EAFE. Esse índice é composto por ações de empresas de 21 países menos EUA e Canadá;
  • EM = equivale a investir em um ETF que investe em ações de empresas de países emergentes;
  • EUR = equivale a investir em um ETF que investe em ações de empresas de países europeus;
  • SG = equivale a investir em um ETF que investe em ações de pequeno valor de mercado e que sejam de crescimento (small cap growth);
  • SV = equivale a investir em um ETF que investe em ações de pequeno valor de mercado e que sejam de valor (small cap value);
  • SC = equivale a investir em um ETF que investe em ações small cap do índice Russell 2000.

Já é possível ter uma carteira que investe em ativos de todo o mundo que estão representados nesse gráfico através da bolsa brasileira por meio de ETFs e BDRs de ETFs (livro sobre ETF).

A forma mais fácil de acessar uma grande variedade de classes de ativos é através de investimentos no exterior (livro sobre investir no exterior).

Observe que existe uma grande “troca de cadeiras” entre os diversos tipos de investimento no longo prazo. Sempre é muito difícil (quase impossível) acertar o melhor investimento do ano todos os anos. Por este motivo é necessária a montagem de uma boa carteira de investimentos contendo várias dessas diferentes classes de ativo. Para aprender a montar uma carteira diversificada de investimentos leia este livro aqui.

O gráfico acima destaca apenas as commodities (com), títulos públicos prefixados de longo prazo americanos (LT) e a bolsa americana através do S&P500 (SPX). Podemos ver o melhor desempenho das commodities em janelas específicas da história como entre 2002 e 2006 (momento benéfico para a bolsa brasileira devido ao conhecido boom das commodities) e na primeira metade da década de 70, período que ficou marcado pela grande crise do petróleo.

Receba atualizações semanais sobre novos artigos publicados: Inscreva seu e-mail aqui.

Apoie o Clube dos Poupadores investindo na sua educação financeira. Clique sobre os livros para conhecer e adquirir:

Clique para conhecer o livro Independência Financeira
Clique para conhecer o livro Como Investir em CDB, LCI e LCA
Clique para conhecer o livro Como Investir na Bolsa por Análise Fundamentalista
Clique para conhecer o livro sobre Carteiras de Investimentos
Clique para conhecer o livro Como Investir em Títulos Públicos
Clique para conhecer o livro sobre Como Investir na Bolsa por Análise Técnica
Clique para conhecer o livro Como Investir em ETF
Clique para conhecer o Livro Como Investir no Exterior