Recebi mensagens de leitores comentando uma polêmica envolvendo influenciadores que recomendavam aplicativos de apostas que funcionam como jogos de azar, como se isso fosse uma forma de renda extra ou dinheiro fácil. Obviamente, esses influenciadores com milhões de seguidores, são remunerados quando as pessoas participam do esquema.

Isso não é novo. Desde a criação do Clube dos Poupadores, que está completando 10 anos, recebo mensagens de pessoas desconfiadas ou que já se tornaram vítimas de algum esquema envolvendo a ideia de “dinheiro fácil”.

Sempre existem influenciadores, pessoas famosas e jogadores de futebol envolvidos fazendo recomendações como se esses esquemas fossem investimentos.

Infelizmente, isso vai continuar acontecendo por ser um mecanismo que explora a ignorância financeira das pessoas e uma série de outras fragilidades largamente exploradas por negócios legais, ilegais e até mesmo por políticos.

Existem muitos pesquisadores nas áreas de psicologia, economia comportamental e finanças já fizeram estudos para entender os motivos que levam as pessoas a se envolverem em esquemas financeiros de “dinheiro fácil”, apostas e jogos de azar online.

Um conceito ligado a isso é a “ilusão de controle”, que é a tendência de acreditar que podem controlar ou pelo menos influenciar os resultados de eventos incertos.

As pessoas frequentemente acreditam que suas ações ou estratégias podem influenciar o resultado, mesmo quando o “jogo” ou os eventos são puramente baseados em sorte.

Este conceito foi estudado pela psicóloga chamada Ellen Langer. Aqui estão alguns dos pontos principais:

  1. Ilusão de Controle: Ellen Langer defende que as pessoas tendem a ter uma “ilusão de controle” sobre eventos que são realmente governados pelo acaso. Elas acreditam que têm mais influência sobre o resultado do que realmente têm.
  2. Familiaridade e Envolvimento: Langer observou que essa ilusão de controle é acentuada quando as pessoas têm uma familiaridade com o evento (mesmo que superficial) ou quando estão ativamente envolvidas nele. Isso pode explicar por que as pessoas muitas vezes se sentem mais confiantes ao apostar em esportes ou jogos que conhecem, ou por que acreditam que podem vencer jogos de azar se jogarem ativamente.
  3. O Efeito da Escolha: A pesquisa de Langer também descobriu que a ilusão de controle é mais forte quando as pessoas sentem que fizeram uma escolha. Por exemplo, as pessoas que escolhem seus próprios números de loteria geralmente sentem que têm uma chance melhor de ganhar do que se os números fossem escolhidos aleatoriamente, mesmo que as probabilidades sejam exatamente as mesmas.
  4. Linguagem e “Habilidades”: A ilusão de controle pode ser acentuada pela linguagem usada para descrever o evento. Langer descobriu que quando os jogos de azar são descritos como jogos de “habilidade”, mesmo que a habilidade tenha pouco ou nenhum papel no resultado, as pessoas sentem que têm mais controle sobre o resultado. O mesmo podemos dizer com relação aos investimentos. Se convencem você de que um jogo de azar é um investimento, um trabalho ou uma fonte de renda extra, você não terá plena consciência de que está diante de um jogo de azar.

Outro problema que vitimaram as pessoas nesses esquemas de dinheiro fácil é a chamada “heurística da disponibilidade”. Isso foi pesquisado por um psicólogo chamado Daniel Kahneman na área de economia comportamental. A heurística da disponibilidade é um tipo de viés cognitivo que afeta a forma como tomamos decisões e avaliamos a probabilidade. Ela é a tendência de considerar informações que são facilmente acessíveis ou lembradas como sendo mais prováveis.

Para entender de forma didática, imagine que nosso cérebro é como uma grande biblioteca. As informações que são mais fáceis de acessar (ou seja, estão mais disponíveis) são aquelas que o cérebro usa para tomar decisões. Às vezes isso pode nos levar a tirar conclusões erradas sobre tudo.

Alguns exemplos:

  1. Apostas, Loteria e similares: Você já notou como as histórias de ganhadores da loteria são altamente divulgadas, enquanto as histórias dos milhões que perderam são quase nunca mencionadas? Isso faz com que seja mais fácil lembrar dos vencedores, o que pode nos levar a acreditar que as chances de ganhar na loteria são maiores do que realmente são.
  2. Investimentos: Suponha que você ouça frequentemente sobre pessoas que ficaram ricas investindo em uma certa criptomoeda, ação de uma empresa ou um aplicativo qualquer que oferece rendimentos. Devido à facilidade com que esses exemplos vêm à mente, você pode superestimar a probabilidade de ter sucesso com esse tipo de investimento, sem considerar devidamente os riscos envolvidos. Como você sabe, existem muitos influenciadores famosos que se comportam como se fossem bobalhões. Você tende a acreditar que se um bobalhão consegue ganhar dinheiro fácil, você, que não se considera tão bobalhão, também conseguirá.
  3. Esquemas de Dinheiro Fácil: Alguém que conhece várias pessoas que alegam ter ganho dinheiro com um esquema de investimento suspeito (como um esquema de pirâmide) pode se sentir tentado a participar, mesmo que as chances de realmente ganhar dinheiro com tais esquemas sejam muito baixas. A visibilidade desses “sucessos” distorce a percepção do risco.
  4. Avaliação de Riscos: Se você conhece alguém que perdeu muito dinheiro no mercado de ações, você pode começar a acreditar que investir em ações é extremamente arriscado, mesmo que, estatisticamente, o investimento em ações a longo prazo tenha se mostrado rentável. Já no curto prazo e sem diversificação, as perdas são comuns.

Aqui no Clube dos Poupadores existe um “Simulador de cara ou coroa” com um artigo que explica questão da probabilidade. É importante entender isso até para o caso de investimentos em renda variável.

Eu acredito que exista pouco a ser feito contra esses esquemas que afetam os brasileiros. A tolice nas decisões financeiras é gratuita. Já o desenvolvimento de uma inteligência e um bom conhecimento sobre o mundo do dinheiro ,exige esforço e dedicação.

As pessoas deveriam ser menos ingênuas. Deveriam ser mais desconfiadas diante de um influenciador que se comporta como um boboca, ou mesmo diante de um jogador de futebol que resolveu recomendar formas de ganhar dinheiro e outros famosos que vivem da exploração de suas audiências.

Não existe dinheiro fácil e ninguém está realmente gastando tempo e dinheiro para convencer você a ganhar dinheiro fácil. Essas pessoas conhecem as técnicas para lucrar enganando o próximo.

Com relação ao dinheiro, o que existe é o caminho do estudo, dedicação, planejamento, paciência e persistência.

Isso não tem qualquer relação sobre algo fácil e rápido. É só para quem estiver disposto. Fora dessa realidade, só existe mentira e ilusão.

Receba um aviso por e-mail quando novos artigos como esse forem publicados. Inscreva-se gratuitamente:

Apoie o Clube dos Poupadores investindo na sua educação financeira. Clique sobre os livros para conhecer e adquirir:

Clique para conhecer o livro Independência Financeira
Clique para conhecer o livro Como Investir em CDB, LCI e LCA
Clique para conhecer o livro Como Investir na Bolsa por Análise Fundamentalista
Clique para conhecer o Livro Como Proteger seu Patrimônio
Clique para conhecer o livro sobre Carteiras de Investimentos
Clique para conhecer o livro Como Investir em Títulos Públicos
Clique para conhecer o livro sobre Como Investir na Bolsa por Análise Técnica
Conheça o Virtudes, Vícios e Independência Financeira
Clique para conhecer o livro Como Investir em ETF
Clique para conhecer o Livro Como Investir no Exterior
Livro Negro dos Im´óveis