A animação permite comparar a grande quantidade de ouro que os países estocam em suas reservas de valor. O ouro tem sido considerado uma forma de reserva de valor há milhares de anos. Ele é durável, escasso e não está sujeito às mesmas flutuações de valor que as moedas impressas pelos países. Clique na figura abaixo para assistir ao vídeo:

 

Os países mantêm estoques de ouro para proteger seu valor em tempos de incerteza econômica, crises financeiras ou desvalorização de suas moedas.

Nanter uma reserva de ouro é uma forma de diversificar as reservas internacionais de um país. Em vez de depender exclusivamente de moedas estrangeiras, como o dólar dos EUA, os países podem manter parte de suas reservas em ouro para reduzir o risco de flutuações cambiais e proteger-se contra crises monetárias.

O ouro é considerado um ativo seguro, pois não está diretamente sujeito aos riscos associados aos mercados financeiros e às políticas monetárias. Em tempos de instabilidade geopolítica ou colapso econômico, os países podem confiar em seus estoques de ouro como uma salvaguarda financeira.

Ter uma reserva significativa de ouro pode aumentar a reputação de um país e sua credibilidade no cenário internacional. O ouro é frequentemente associado à estabilidade econômica e ao poder financeiro, e possuir uma quantidade substancial de ouro pode ajudar a fortalecer a confiança dos investidores e parceiros comerciais.

O pequeno investidor também pode se beneficiar do investimento em ouro físico, pois ele oferece algumas vantagens semelhantes:

  • Diversificação: o ouro tem uma menor correlação com outros ativos, o que significa que ele pode reduzir o risco e aumentar o retorno de uma carteira de investimentos.
  • Liquidez: o ouro é um dos ativos mais negociados do mundo, o que facilita a sua compra e venda em qualquer momento e lugar. Se existisse uma máquina do tempo, seria possível viajar com ouro para quase todas as civilizações passadas e esse ouro teria algum valor. O papel que os países emitem atualmente como sendo dinheiro, não valeria nada nessa viagem.
  • Segurança: o ouro físico é um ativo tangível que pode ser guardado ou escondido, evitando o risco de confiscos. Seu valor tende a se preservar contra efeitos de inflação e desvalorização da moeda local.

Dessa forma, assim como os países possuem uma pequena parte de suas reservas em ouro, as pessoas também poderiam aderir a essa estratégia. Existem corretoras no Brasil que vendem ouro físico que ficam “embalados” dentro de cartões de plástico.

Receba um aviso por e-mail quando novos artigos como esse forem publicados. Inscreva-se gratuitamente:

Apoie o Clube dos Poupadores investindo na sua educação financeira. Clique sobre os livros para conhecer e adquirir:

Clique para conhecer o livro Independência Financeira
Clique para conhecer o livro Como Investir em CDB, LCI e LCA
Clique para conhecer o livro Como Investir na Bolsa por Análise Fundamentalista
Clique para conhecer o Livro Como Proteger seu Patrimônio
Clique para conhecer o livro sobre Carteiras de Investimentos
Clique para conhecer o livro Como Investir em Títulos Públicos
Clique para conhecer o livro sobre Como Investir na Bolsa por Análise Técnica
Conheça o Virtudes, Vícios e Independência Financeira
Clique para conhecer o livro Como Investir em ETF
Clique para conhecer o Livro Como Investir no Exterior
Livro Negro dos Im´óveis