Investir em Prata

A prata é um metal precioso muito utilizado na produção de joias, moedas, eletrônicos e fotografia. Tem a maior condutividade elétrica entre os metais e é, portanto, uma substância altamente valiosa. A prata também é muito utilizada na indústria. Grande parte da produção mundial de prata vem como um subproduto de minas de chumbo-zinco, cobre e ouro.

Grandes investidores compram e vendem prata física ou através de mercados futuros. Pequenos investidores geralmente investem em prata através de fundos que investem em metais preciosos ou através de ETFs que são fundos com cotas negociadas na bolsa exatamente como ações.

Como investir em prata pelo ETF SLV

O SLV (iShares Silver Trust) é o maior ETFs do mundo que investe em prata. Ele permite que qualquer investidor tenha exposição direta à variações do preço da prata já que este ETF investe seus recursos em barras físicas de prata que ficam guardadas em cofres mantidos em grandes instituições financeiras na cidade de Londres. O SLV é o fundo mais líquido entre fundos que investem em prata. O desempenho médio do SLV nos últimos 5 anos foi de 9,57% ao ano. Para ver o desempenho atualizado visite aqui.

História da Prata

Existem evidência sobre as primeiras minas de prata datas de 3000 a.C. na Anatólia, na atual Turquia. Em 1200 a.C., grande parte da mineração de prata mudou para o leste para a Grécia, à medida que a antiga civilização grega se expandiu. Em 100 d.C., minas de prata espanholas alimentaram a economia do Império Romano.

A popularidade da prata aumentou nos anos 1000 para 1500, graças ao desenvolvimento tecnológico, mais minas e melhores técnicas de produção foram desenvolvidas. A busca por prata e outros metais preciosos deu origem às frotas espanholas e portuguesas que navegaram por todo o mundo, buscando riqueza e novas terras para conquistar.

A produção de prata nos Estados Unidos atingiu o pico na década de 1870 com o Comstock Lode em Nevada, e no final do século XIX, a humanidade produzia mais de 120 milhões de onças troy de prata por ano.

A prata sempre foi utilizada em diversos países do mundo como moeda.

Moedas de Prata

No início da década de 1960, os estoques de prata nos Estados Unidos diminuíram muito. O governo dos EUA decidiu parar de usar prata em suas moedas após 1964. Qualquer moeda americana com data de 1964 ou anterior, contêm 90% de prata. Isso significa que essas moedas valem hoje muito mais do que o seu valor impresso.

Essa era a grande vantagem de se utilizar metais preciosos para a produção dinheiro. A prata e o ouro tem valor nelas mesmas, sem depender do valor que está impresso no dinheiro. É por esse motivo que até os dias de hoje muitos investidores destinam uma parte de seus recursos para o investimento em prata e ouro.

Para aprender a investir em metais precisos como ouro, prata e ativos negociados no exterior leia o livro Como Investir no Exterior.

Receba um aviso por e-mail sempre que novos artigos forem publicados aqui Clube dos Poupadores. Inscreva seu e-mail aqui.
Clique para conhecer o livro Independência Financeira
Clique para conhecer o livro Como Investir em CDB, LCI e LCA
Clique para conhecer o livro Como Investir na Bolsa por Análise Fundamentalista
Clique para conhecer o livro sobre Carteiras de Investimentos
Clique para conhecer o livro Como Investir em Títulos Públicos
Clique para conhecer o livro sobre Como Investir na Bolsa por Análise Técnica
Clique para conhecer o livro Como Investir em ETF
Clique para conhecer o Livro Como Investir no Exterior