Gráfico atualizado em tempo real do FXF, maior ETF do mundo que investe em francos suíços. Aprenda a investir lendo o artigo.


Como investir em francos suíços

Muitos investidores utilizam metais preciosos como ouro e moedas fortes de países desenvolvidos como uma forma de reserva de valor. Embora o dólar americano e o euro sejam muito utilizado como reserva em moeda estrangeira, o franco suíço emergiu na última década como uma boa alternativa de diversificação em moedas. A forma mais fácil para investir em metais e moedas é através de ETFs. Um ETF é um fundo negociado em bolsa que pode ser adquirido por qualquer investidor brasileiro através de uma corretora nos EUA.

O ETF que utiliza o código FXF é o único especializado no investimento em francos suíços físicos, ou seja, o gestor do ETF mantém francos suíços em uma conta de depósito no JPMorgan, maior banco dos EUA e um dos maiores do mundo. O nome do ETF FXF é Invesco CurrencyShares Swiss Franc Trust. A Invesco está entre as grandes gestoras de ativos dos EUA que oferecem ETFs assim como a Vanguard, BlackRock e outras.

Nos últimos anos, fatores como a crise da dívida europeia e a política monetária EUA impulsionaram o franco. As moedas negociam em pares, por isso são fortes ou fracas em relação a outra moeda. A crise da dívida europeia fez com que os investidores buscassem um porto seguro no franco suíço e a política monetária frouxa diminuísse o apelo do dólar americano.

O investidor também pode decidir investir no franco suíço com o objetivo de obter ganhos em prazos mais curtos por acreditar que o dólar americano irá se enfraquecer em relação ao franco suíço. É possível acompanhar o preço do franco suíço em dólares visitando aqui.

Para aprender a investir em ETFs de moedas como o FXF e ações no exterior leia o livro Como Investir no Exterior.

Leitura recomendada: livro Como Investir no Exterior. Conheça todos os nossos livros sobre investimentos visitando aqui.

Inscreva-se para receber nossos artigos por e-mail gratuitamente.