De um lado temos um investimento conservador de renda fixa pós-fixada que rende 100% do CDI (exemplo: CDB que rende 100% do CDI) e do outro o BOVA11 que é um ETF (renda variável) que investe na carteira de ações que compõe o Índice Bovespa.

O BOVA11 foi criado no final de 2008 e por este motivo adotamos o período entre 02/12/2008 e 01/04/2022.

Resultado: BOVA11 rendeu 231,17% contra 210,5% da renda fixa que paga 100% do CDI. Não foi um desempenho espetacular pelo risco corrido.

É fácil perceber, observando o gráfico, que BOVA11 é um investimento volátil, ou seja, que sofre grandes variações na sua rentabilidade durante a sua trajetória.

Mais risco deveria ser recomendado com mais retorno, mas nem sempre isso ocorre no longo prazo, embora a teoria nos diga o contrário.

Para essa janela de tempo (13 anos e 3 meses), que é o tempo de vida do BOVA11, o risco corrido em BOVA11 foi grande em relação ao “prêmio” ou o ganho obtido acima do CDI.

Agora como seria se o investimento fosse na verdade uma carteira composta pelos dois investimentos com as seguintes proporções: 25% do valor investido em BOVA11 e 75% em pós-fixado que paga 100% do CDI? Essa carteira está representada pela linha vermelha no gráfico:

Veja que a linha vermelha que representa a carteira sofreu menos variações, ou seja, menos volatilidade e consequentemente menor percepção de risco para o retorno obtido. O resultado final da carteira ficou em 215,67%. Você poderia simular inúmeras combinações incluindo outros ativos.

O resultado poderia melhorar muito considerando a estratégia de reequilibrar a carteira de tempos em tempos. Você seria forçado(a) a comprar os ativos quando estivessem mais baratos.

Veja como seria o desempenho de BOVA11 se fosse comprado entre o primeiro dia de negociações em janeiro de 2016 e mantido até 01/04/2022 (linha amarela logo abaixo). Temos 185,16% de alta no BOVA11 contra 55,32% no CDI, ou seja, BOVA11 ofereceu 3,34 vezes mais retorno pelo risco corrido.

Vale considerar que seria necessário resgatar este investimento de renda fixa durante esses 13 anos já que nos investimentos pós-fixados mais longos costumam ter 6 ou 7 anos até o seu vencimento. Nessa operação seria necessário pagar imposto de renda sobre os ganhos acumulados. Isso poderia ser facilmente compensado realizando investimentos que pagam um pouco acima de 100% do CDI.

Para saber mais sobre montar e simular carteiras conheça este livro.

Receba atualizações semanais sobre novos artigos publicados: Inscreva seu e-mail aqui.

Apoie o Clube dos Poupadores investindo na sua educação financeira. Clique sobre os livros para conhecer e adquirir:

Clique para conhecer o livro Independência Financeira
Clique para conhecer o livro Como Investir em CDB, LCI e LCA
Clique para conhecer o livro Como Investir na Bolsa por Análise Fundamentalista
Clique para conhecer o livro sobre Carteiras de Investimentos
Clique para conhecer o livro Como Investir em Títulos Públicos
Clique para conhecer o livro sobre Como Investir na Bolsa por Análise Técnica
Clique para conhecer o livro Como Investir em ETF
Clique para conhecer o Livro Como Investir no Exterior