Vou mostrar como é possível listar todas as ações mais recomendadas por analistas das carteiras de investimentos de corretoras e bancos.

Nesse artigo vou ensinar a usar a ferramenta que mostra as ações recomendadas e depois vou expor minha opinião sobre seguir carteiras recomendadas. 

Leia o artigo até o final para entender como a ferramenta funciona e clique no botão abaixo para abrir a ferramenta que lista as ações recomendadas e carteiras.

Após clicar no botão acima você verá a lista consolidada com as 10 ações mais recomendadas por diversas instituições financeiras que juntas compõem uma carteira fictícia chamada “Carteira Valor”, mesmo nome do veículo de imprensa que produz essa listagem. Eles utilizam as carteiras mensais recomendadas por cada instituição.

Comparação

A ferramenta calcula o rendimento dessa carteira teórica e de todas as carteiras de todas as instituições financeiras que participam do levantamento. O método para calcular o rendimento mensal tem como base a variação média simples das ações. Dessa forma, eles não consideram diferentes pesos para cada papel.

Entenda o gráfico:

Na ferramenta, você verá um gráfico que compara o desempenho das ações mais recomendadas por todos os analistas das principais corretoras e bancos do país e o desempenho do índice Bovespa nos últimos 12 meses.

Você verá que o desempenho das mais recomendadas costuma muito próximo do desempenho do Índice Bovespa. Veja a figura:

Muito trabalho, pouco resultado

As instituições financeiras possuem grandes equipes compostas por profissionais qualificados e caros de diversas áreas como analistas fundamentalistas, analistas gráficos, economistas, analistas políticos, gestores, profissionais de matemática e de estatística. Todas essas pessoas trabalham todos os dias, o ano inteiro, observando o mercado para selecionar as melhores ações. Para isso eles utilizam ferramentas muito avançadas e caras que coletam e processam dados sobre todas as empresas e a economia.

No fim de todo esse trabalho diário, o resultado será um desempenho muito próximo do Índice Bovespa. Como você deve saber, o Índice Bovespa nos mostra o desempenho dos preços das ações que fazem parte de uma carteira teórica composta por pouco mais de 80 ações que estão entre as mais negociadas e com maior valor de mercado.

Para que você consiga obter o mesmo desempenho do Índice Bovespa na sua carteira de investimentos bastaria investir em ETFs como o BOVA11 ou qualquer um dos oito ETFs da bolsa investem nas mesmas ações do índice Bovespa.

Sua carteira ainda poderia ser composta por outros ativos de renda variável, sem correlação com o Índice Bovespa ou mesmo com correlação inversa, permitindo reduzir o risco (volatilidade) para o seu nível pessoal de tolerância ao risco. Essa diversificação da sua carteira ajuda a reduzir os riscos de investimentos de longo prazo. É sobre isso e muito mais que falo com todos os detalhes no meu livro sobre como montar e simular carteiras de investimentos. Recomendo que você leia e conheça as várias ferramentas que ensino a usar no livro.

Simplicidade

Ao criar uma carteira simplificada de investimentos, você não precisa ficar o tempo inteiro monitorando o mercado, não precisa pagar taxas de corretagem comprando e vendendo ações freneticamente que são recomendadas por corretoras e bancos. Existem formas mais simples de simular, montar e administrar carteiras. Mas é claro que para as instituições financeiras não é interessante que você tenha acesso e o domínio desses conhecimentos. Para eles é importante que você fique dependente das recomendações que fazem mensalmente em suas carteiras recomendadas.

A ferramenta também permite ver o desempenho das carteiras das ações mais recomendas de cada instituição financeira.

Você verá que algumas corretoras apresentam resultados melhores que outras. Provavelmente elas selecionaram ações que fugiram do consenso e muitas vezes isso resulta em carteiras com maior risco (volatilidade). O problema das carteiras mais voláteis é que ao consultar os resultados de prazo longo, você verá que nem sempre existe consistência.

Existem muitas pesquisas, principalmente no exterior, mostrando que carteiras administradas ativamente por instituições financeiras e gestores de fundo dificilmente superam os principais índices da bolsa no longo prazo. Algumas até conseguem algum bom desempenho, mas de forma inconsistente e essa inconsistência gera dúvida se foi competência ou sorte.

Na parte final da ferramenta você verá as carteiras das corretoras e dos bancos com 5 ações principais. Eles também mostram quais ações entraram e quais saíram da carteira. Você verá que existe uma grande rotatividade. Nunca devemos esquecer para os ganhos das instituições essa rotatividade é importante.

Um dos problemas das carteiras recomendadas é a baixa diversificação e isso também motiva as constantes mudanças nas carteiras. Geralmente os índices são muito diversificados, assim como ETFs que seguem esses índices. São compostos por muitas dezenas de ações e em alguns casos compostos por várias centenas de ações diferentes.

Isso significa que uma forte variação negativa em uma única ação seria incapaz de produzir uma forte variação no índice ou no preço do ETF diversificado.

No meu livro eu mostro que no longo prazo é preferível que você ganhe pouco de forma consistente e por isso a diversificação que reduz a volatilidade é importante no longo prazo.

Para aprender mais sobre como simular e montar a sua própria carteira de ações, ETFs, fundos imobiliários, fundos de investimentos e investimentos de renda fixa eu recomendo que você leia o meu novo livro sobre carteiras de investimentos. Se você ainda não conhece os investimentos que todos utilizam para montar carteiras, tenho diversos livros que ensinam sobre cada investimento, veja aqui.

Receba um aviso por e-mail sempre que novos artigos forem publicados aqui Clube dos Poupadores. Inscreva seu e-mail aqui.

Livros do Clube dos Poupadores

Aprenda a investir o seu próprio dinheiro e nunca mais dependa das recomendações, opiniões e influências de terceiros. Torne-se um investidor (investidora) livre, consciente e independente. Adquira e baixe os livros agora mesmo:

Clique para conhecer o livro Independência Financeira
Clique para conhecer o livro Como Investir em CDB, LCI e LCA
Clique para conhecer o livro Como Investir na Bolsa por Análise Fundamentalista
Clique para conhecer o livro sobre Carteiras de Investimentos
Clique para conhecer o livro Como Investir em Títulos Públicos
Clique para conhecer o livro sobre Como Investir na Bolsa por Análise Técnica
Clique para conhecer o livro Como Investir em ETF
Clique para conhecer o Livro Como Investir no Exterior